Café Teatro

Rua Fortunato, 241, São Paulo

O Atelier Cênico iniciou suas atividades em 2011, focado, como o nome vem a sugerir, na artesania das artes da cena- desde o ensino até ensaios e apresentações. O Atelier Cênico inaugurou com atividades pedagógicas de teatro e a produção do premiado filme independente “Intimidade Pública”, da diretora Luciana Canton, que foi feito em improvisações durante 4 meses em nossa sala de ensaio, e depois também editado e finalizado no mesmo espaço.

 

Em 2012, ocorreram ensaios do espetáculo “Jaguar Cibernético”, de Francisco Carlos. As atividades pedagógicas sempre foram constantes, e como resultado delas, em 2014 ocorreu a apresentação teatral “Meisner Tennessee”, uma mostra de cenas de Tennessee Williams feita com a técnica Meisner com direção de Luciana Canton.

 

Em 2015, em decorrência de novas atividades pedagógicas, aconteceu a apresentação teatral “O Quarto Azul”, baseado no texto de David Hare; seguindo as atividades de pedagogia do teatro

Em 2017 aconteceu a apresentação da peça “Pagu/Gaivota”, baseada na vida de Patrícia Rehder Galvão e no texto de Tchekhov, e continuamos nossas atividades pedagógicas.

 

Em 2018, aconteceram ensaios do grupo Teatro do Osso com direção de Rogério Tarifa e também o ensaio da peça “Relatos Efêmeros da França Antártida”, de Francisco Carlos e a apresentação de dança dos bailarinos Bebeto e Renata Cidra, “Centauro”, além das atividades pedagógicas continuadas.

 

Em 2019 aconteceram ensaios dos espetáculos “ Alma Despejada”, dirigida por Elias Andreato e atuada por Irene Ravache, ensaios abertos da companhia Cardinal Seis da peça “Pagu: onde começa a voz", e uma homenagem pública ao dramaturgo Zen Salles, intitulada “Anti-missa de sétimo dia”, com leituras cênicas de sua autoria. Houveram também ensaios da série de espetáculos musicais infantis “Aprendiz de Maestro”, dirigidas por Paulo Rogério Lopes. Em 2019 também aconteceram as atividades pedagógicas de teatro, ensaios e vinte apresentações do espetáculo de dança “10 Anos em Oito e Meio”, do projeto Mov_ola, do coreógrafo e diretor Alex Soares, além das atividades pedagógicas continuadas.

 

Em 2020, o espetáculo "Uma Vida Qualquer", de Rodrigo Soares e a Fracassada Companhia estavam ensaiando no espaço, quando tiveram suas atividades interrompidas pela quarentena. As atividades pedagógicas estavam também a pleno vapor: Luciana Canton, diretora, ensinava teatro e atuação para cinema e ensaiava a peça "Pagu- Onde começa a voz", Cláudia Pucci Abrahão, escritora, ensinava dramaturgia e João Bernardo Caldeira, diretor, fazia um curso de teatro que teria uma montagem no final do ano. O ATELIER ESTREOU ENTÃO SUA PRIMEIRA PRODUÇÃO DE UMA LIVE CÊNICA, "Pagu: onde começa a voz", que teve três temporadas online, com os atores atuando ao vivo de suas casas.

 

Em 2021, devido ao auxílio da lei emergencial Aldir blanc, ESTAMOS PRODUZINDO o espetáculo de dança-teatro "MACHOMACHINE", o I FESTIVAL 45+ DE DUETOS DE DANÇA LIVE E UMA NOVA TEMPORADA DE "Pagu: ONDE COMEÇA A VOZ".